A Unemat de Tangará da Serra promoveu no dia 19 de junho de 2015 a palestra sobre Comunicação Terapêutica entre o Profissional de Saúde e o Cliente, ministrada pela Enfermeira Me. Rosely Kalil da Universidade de São Paulo (USP), realizada no auditório da ACITS de Tangará da Serra

O evento faz parte do projeto de extensão intitulado “Contando histórias no hospital” coordenado pelo Professor Josué Souza Gleriano, do curso de Enfermagem da Universidade do Estado de Mato Grosso, campus de Tangará da Serra, que envolve atualmente 7 docentes, 20 alunos e grupos sociais da comunidade externa.

“É um assunto de extrema relevância. Faz parte de um projeto de extensão que temos com o Hospital Municipal, estamos capacitando alguns alunos para iniciar o projeto “Contando Histórias no Hospital”, que está ligado aos projetos “Ambiência e Saúde” e “Brincando com as crianças no hospital”. Toda a parte lúdica vem somar com a terapêutica já aplicada com a clínica médica”, explicou o professor.

Ainda segundo o professor Josué, o projeto “Brincando com as crianças no hospital” tem a participação de alunos do curso de Enfermagem e do curso de Letras da Unemat de Tangará da Serra. “Professores de Enfermagem e de Letras unidos para pensar realmente em como levar a assistência diferenciada, buscando os tipos de patologias, os conhecimentos de promoção da saúde através da abordagem da literatura”, salientou.

Rosely Kalil de Freitas Castro Carrari de Amorim é enfermeira formada pela Universidade de São Paulo Especialista em Promoção da Saúde e em Saúde Pública pela USP – Mestre e Doutoranda pela Escola de Enfermagem da USP. Atua na área de Comunicação desde sua graduação, possui publicações e atua em grupo de pesquisa com a professora Maria Júlia Paes da Silva, referência nacional na área de comunicação em saúde.

“O meu objetivo é divulgar o que seria uma adequada comunicação com os pacientes que muitas vezes chega até nós em um momento de sofrimento, e nem sempre contam realmente o que estão sentindo, mas com certeza expressam por meio da comunicação não verbal. É isso que enfatizamos nas palestras, o que não é falado, mas é mostrado pela linguagem do corpo”, ressaltou a Enfermeira.

De acordo com Rosely, as palestras são voltadas a todos os profissionais da saúde e não apenas aos enfermeiros. “Eu falo da comunicação do enfermeiro com o paciente, mas na verdade todo o profissional de saúde tem como objeto de cuidado, o ser humano. Então a comunicação é importante para todos os profissionais da área da saúde. Essas palestras são normalmente realizadas para os alunos de graduação, em eventos da saúde. Fazemos parcerias e divulgamos nosso trabalho”, disse.