O CURSO DE JORNALISMO

Por que escolher o curso de Agronomia?

O Curso de Jornalismo da Universidade do Estado de Mato Grosso está localizado no Campus de Tangará da Serra -MT. Ele foi criado em 2005 e sua primeira turma teve início no ano seguinte.

A nomenclatura do Curso foi alterada para Bacharelado em Jornalismo no ano de 2014 com base nas novas diretrizes curriculares. Em 2013, o curso teve sua matriz curricular alterada para contemplar as orientações dessas diretrizes, passando a ter carga horária de 3.200 horas, sendo 2.760 para disciplinas obrigatórias (incluindo as 240 horas de Estágio Supervisionado), 240 horas para disciplinas eletivas, 200 horas destinadas às atividades complementares.

Engenheiro Agrônomo

O que faz um Jornalista?

Compreende-se o jornalista profissional com formação universitária cuja desenvoltura intelectual alia sensibilidade cidadã e habilidade com as novas linguagens das mídias. Um profissional apto a compreender a complexidade e o pluralismo característicos da sociedade e da cultura contemporâneas – unindo  fundamentos teóricos e conhecimentos técnicos especializados.

O que estuda?

A organização curricular valoriza o equilíbrio e a integração entre teoria e prática durante toda a duração do curso. A matriz articula o diálogo entre os conteúdos básicos e específicos – além dos fundamentos e especificidades do campo profissional na interface com o campo de conhecimento do Jornalismo. A matriz do curso é composta por disciplinas que envolvem questões éticas e do mercado de trabalho, entre elas: Antropologia, Sociologia, Filosofia, Psicologia, Língua Portuguesa, Teorias da Comunicação e do Jornalismo. Somam-se a estas as disciplinas de Formação Processual, Profissional e Laboratorial: Jornalismo impresso, Radiojornalismo, Telejornalismo, Webjornalismo, Assessorias de Imprensa, Oficina de Textos, Fotojornalismo.

Campo Experimental
Áreas da Agronomia

Área de atuação / Mercado de trabalho

O egresso do Curso de Jornalismo está apto a atuar em empresas jornalísticas, emissoras de rádio e televisão, publicações digitais – realizando a produção de notícias para a Internet e outras mídias digitais. Além destas áreas, o profissional também pode atuar em departamentos de comunicação de empresas públicas e privadas, assessoria de imprensa para entidades profissionais liberais, empresas diversas e organismos de classe e entidades não governamentais. O jornalista também pode realizar trabalhos de divulgação científica, mercadológica e cultural, além de trabalhar no mercado editorial, em institutos de pesquisa, entidades de classe, associações, sindicatos etc.

Saiba mais

Se interessou pelo curso de Jornalismo?

Clique no botão ao lado para saber mais sobre o vestibular, as formas de ingresso, as vagas remanescentes, as políticas de ações afirmativas e tudo o que você fazer para se tornar um aluno do nosso curso.
Saiba mais